O IJB é formado por músicos, pesquisadores, entusiastas e acima de tudo, apaixonados que dedicam-se a proteger e divulgar o legado de Jacob do Bandolim, sem nenhum tipo de remuneração, salário ou ganho financeiro.
É um trabalho que começou no ano 2000, a desvendar o imenso arquivo pessoal que Jacob do Bandolim deixou, recuperando milhares de gravações, partituras, fotos e informações sobre sua vida e obra, sobre o bandolim e sobre a música brasileira como um todo.


Jacob do Bandolim que completaria 100 anos em 14 de fevereiro de 2018, se vivo estivesse, é um daqueles gênios que atua de maneira a compilar informações de seu tempo e cuidá-las com zelo de um verdadeiro apaixonado, oportunizando que gerações e gerações após sua partida, tenham acesso à este vasto arquivo e possam dele, extrair informações valiosíssimas para o enriquecimento da cultura popular brasileira, da música, da história e do bandolim.


Levando em conta este cuidado extremo com o registro e a preservação do nosso país, através do seu arquivo pessoal, por tantos anos esquecidos num canto, algumas pessoas começaram a dar continuidade ao trabalho exemplar que Jacob começou lá atrás, e hoje, quase duas décadas depois, trazem à tona um sem número de relíquias guardadas e cuidadas por Jacob, justamente para que após se tempo, a música, o bandolim e a arte brasileiros continuasse a ser valorizado e cultivado.


Fazem parte desta equipe:

Membros do instituto jacob do bandolim

Coordenação Executiva

My Image
My Image
My Image
My Image
My Image
My Image
My Image

Colaboradores

My Image
My Image
My Image
My Image
My Image
My Image

Membros Honorários

My Image
My Image

Déo Rian

Sérgio Prata

Jorge Cardoso

Paulo Mota

Maurício Carrilho

Marcílio Lopes

Pedro Aragão

Hermínio Bello de Carvalho

Sérgio Cabral

Américo Esteves

Claudio Arraes

Izaias Bueno

Rafael Ferrari

Rosivaldo Cordeiro

Marco Cesar Brito

FacebookYouTubeInstagramGoogle+